Tudo que é belo

Esse blog está se tornando um blog literário ou é impressão minha? 

Confesso que está faltando tempo para criar outros tipos de conteúdo por aqui e, por isso, tenho preferido priorizar as minhas leituras, transformando-as em conteúdo para eu não me esquecer futuramente. 

A "resenha" de hoje é sobre o livro Tudo que é belo. Eu nunca tinha sequer ouvido falar dele. Pra dizer a verdade, nem seria uma opção de compra se passasse por ele numa livraria. Mas, o universo dá um jeito das coisas chegarem até nós. O livro foi a indicação de Junho do clube de leitura Infinistante, que eu participo há uns 3 meses.


Tudo que é belo 

reuniu 45 histórias contadas por pessoas de diversas partes do mundo. The Moth é a instituição responsável por realizar esse tipo de trabalho, por proporcionar que pessoas contem histórias reais. Histórias de superação, motivação, aprendizado, contadas do ponto de vista de pessoas comuns. 

Como o livro é formado por capítulos pequenos, a leitura fluía rapidinho, era um livro gostoso de ler. E cada um dos capítulos era uma viagem diferente. Pessoas de diversas partes do mundo, diversas etnias, classes sociais, eu realmente gostei bastante.

Minha história preferida, certamente, foi a de Plutão, foi a história que deu o nome ao livro, inclusive. Lembro que até parei a leitura para conhecer mais a história desse planeta anão que antes era planeta e agora não é mais, mas é tão especial por ter água nele, segundo teorias. 

Enfim, com certeza valeu a pena e indico pra vocês!

0 comentários:

Deixe seu comentário