Recomeço...



Era pra ser simples. Mas na verdade não é!

Além disso, recomeçar não é pra qualquer um. Nada tem a ver com quem você é, quantos anos você tem, onde você mora ou quanto cai na sua conta no final do mês. Simplesmente não é pra qualquer um. 

Recomeçar é mais do que iniciar do zero. Afinal, quando se inicia do zero, sempre se parte do zero.

É como nos computadores, iniciar de onde se parou. Na vida real nós já temos o cronômetro correndo quando decidimos nos dar uma nova chance, aceitar seguir em frente mesmo quando não é o planejado ou mesmo tentar erroneamente do zero. 

Às vezes acontece de nos apegamos tanto ao que esperávamos que doi demais acreditar que tudo não passava de expectativas e sonhos. Por que – não! Recomeçar não vem só quando conseguimos subir um degrau. Também pode ser preciso reiniciar a partir de uma frustração, de um não ouvido, de um detalhe que, simplesmente, não existiu ou de algo que precisava demais ter acontecido, mas que se dissolveu, desapareceu no limbo.

À medida que o tempo vai passando nossa vida vai recebendo inúmeras influências de todos os lados e nós, meros seres pensantes, filtramos o que devemos absorver ou não. Qualquer pequena alteração nos lapida, nos transforma. Nunca acontece de sermos hoje o mesmo que fomos ontem. Por isso, quando tentamos outra vez nunca somos os mesmos. Nosso ponto de partida é sempre diferente. Mesmo quando, fisicamente, partimos do mesmo lugar.

0 comentários:

Deixe seu comentário