Resenha: Anna e o beijo Francês

Oi, meninas. Hoje, exatamente às 5:13h da manhã eu terminei de ler o livro "Anna e o beijo francês". Cheguei em casa tarde, peguei o livro e não consegui parar de ler até ele terminar. E como sempre, fiquei triste por que acabou. É estranho, eu me apego aos personagens. Vocês também são assim? 

Bom o livro conta a história de Anna Oliphant, uma garota que mora em Atlanta com sua mãe e irmão e vai cursar o último ano do Ensino Médio em Paris. Ela vai contra sua vontade, pois não está suportando a ideia de deixar pra trás sua melhor amiga e um possível futuro namorado. Seu pai, um escritor de Best-Sellers a obrigou a deixar os Estados Unidos e ir pra cidade Luz, mesmo ela não falando quase nenhuma palavra em francês. Ele, inclusive, me lembrou muito o Nicholas Sparks, aliás já fiz resenha de livros dele AQUI e AQUI). 

Anna, chega na França e vai descrevendo sua rotina, suas matérias no colégio interno e tudo mais. No começo ela quase nunca sai do dormitório. Ela fica sem entusiasmo até mesmo para conhecer a cidade, os pontos turísticos e tudo mais. Mas passa a gostar de lá quando conhece Mer, Rashimi, Josh e St. Clair, um grupo de amigos que fazem a vida dela se tornar um pouco menos ruim. E o amor pela cidade cresce, ainda mais, quando descobre que existem MUITOS cinemas espalhados pela cidade. O seu grande sonho é se tornar uma crítica de cinema, ou seja, ela está no lugar certo. Exatamente onde sempre quis estar. Só Só não tinha percebido ainda.

Ao passar dos dias, Anna começa a ver Étiene St. Clair com outros olhos. Não, na verdade ela começa a se apaixonar por ele. E só há dois detalhes que tornam isso uma droga: Ele tem uma namorada, e Mer, sua amiga também é apaixonada por ele. 

O livro é bem legal, começa a ficar mais emocionante do meio pro final. Ela descreve os costumes dos franceses, as comidas, os lugares e vai comparando com sua cultura norte-americana. E a gente que tá lendo compara também com a cultura brasileira. Acho livros assim muito ricos, acrescenta bastante coisa na nossa vida e personalidade. A gente vê que o que conhecemos não é único e correto. Existem milhares de outras maneiras de se viver. 

Mas, como todo bom romance, chega momentos em que a gente tem vontade de bater nos personagens por fazerem besteiras. Mas disso eu não vou falar tanto pra não estragar a surpresa de vocês. Enfim, este é um livro que eu recomendo. 

Editora Novo Conceito | ISBN: 978-856321932-9 | Páginas: 286

*-*-*-*-*
SORTEIO AQUI.

2 comentários:

  1. Adorei a resenha do livro, muito legal amei...gostei do seu blog muito lindo beijuus.

    ResponderExcluir