Sobre expectativas e decepções


__ Não estou conseguindo saber o que está havendo. É como se eu não coubesse mais na minha própria casa... Como se fosse um alívio pra todos eles quando chegasse o dia da minha partida...
Quase não consegui concluir essa frase quando vi o quão forte ela era. Naquele restaurante novo eu não podia deixar vazar minha emoção, não mais do que eu já havia deixado. Afinal era um almoço de negócios, certo? Não era pra eu estar tocando nesses assuntos. Mesmo estando com uma amiga querida, ali só eramos colegas de trabalho. 
__ Fica calma amiga. Comigo também aconteceu assim. Eu não sabia como agir. Achei que todos chorariam no dia que fui embora. Mas na verdade só me desejaram boa sorte. 
Eu já sabia que os pais criam seus filhos para o mundo. Como fazem os pássaros. Mas... Eu sentia que algo estava errado. 
__ Talvez o grande segredo seja o que minha irmã disse n'aquela noite: Não colocar expectativas nas pessoas. 
Não é que ninguém vai te dar a mão. Claro que vai. Mas nem sempre são as pessoas que você esperava... Não as mais importantes pra você. Talvez estas se esqueçam até mesmo que você continua ali...
__ Pois é, amiga. Mas eu te peço uma coisa. Só uma! O dia que você souber como faz pra não colocar expectativas em ninguém, coloca no seu blog e me manda o link, ta bom? Afinal, eu nunca descobri como se faz.

0 comentários:

Deixe seu comentário