não te quero, mas não te largo

Não te quero, mas não te largo. Agora há pouco me lembrei desse ditado e fiquei pensando: como ainda pode ter gente que não consegue superar suas dificuldades na vida e seguir adiante?!

"É como se existisse uma corrente que te prendesse e impedisse qualquer passo que possa ser dado PARA FRENTE! Ou pior! Se a melhor escolha for dar um passo pra trás, por que não pegar debaixo da cama aquilo que é tão importante para "mexer esse doce" e que foi tão ignorado nesses últimos meses: ATITUDE? Não adianta nada observar o sol nascer e se pôr dezenas de vezes e não dizer ao telefone as palavras que deveriam sair da sua boca rosa e chegar no meu ouvido. Eu sei, pela segunda vez...
Já que não é possível, viável ou até interessante pra você retroceder ou dar a última chance que poderia ser a solução de todos os problemas, os seus e os meus. Então por que não me deixa ir? Me deixa tentar de novo com alguém que mereça minha dedicação que tanto desperdicei com você. Saia da minha vida, da minha agenda, das músicas que eu ouço e das bocas na minhas amigas. Pare de se intrometer nas entrelinhas das frases que eu leio... Saia da cidade! Não aguento isso mais! Preciso te apagar das situações que ainda teimam em acontecer e que você se oferece a participar. Mas do meu coração eu já teclei DELETE! E já esvaziei a lixeira... portanto, somente as fotos e os recados manuscritos ainda registram que estivemos juntos um dia, e nada mais..."

Esse texto foi inspirado em fatos reais que não aconteceram comigo, mas não é exatamente uma narrativa dos fatos.

0 comentários:

Deixe seu comentário