Crescimento encolhedor


Parece que Itumbiara está mesmo crescendo... 
Tá crescendo em território também, mas não é disso que eu to falando... afinal, eu só gasto 15 minutos pra atravessar a cidade e chegar no trabalho. Aqui não tem trânsito. Quase nunca, aliás! Mas o crescimento que eu to notando é aquele que se nota por dentro. Como assim? Vou explicar...
Minhas 2 horas de almoço parece que se tornaram somente 40 minutos. Não ta dando tempo de terminar todas as tarefas no meu trabalho, sempre fica serviço pro outro dia, mesmo que eu fique la até as 7pm, como aconteceu hoje. Eu já to maluca o suficiente pra sair e deixar a janela da cozinha aberta, esqueci completamente de fechá-la outro dia e por sorte não roubaram minha casa. E olha, que estranho: nunca vi isso antes aqui, mas tinha um cara fazendo malabares com fogo no sinal! 
A que ponto chegamos? E onde ainda chegaremos com tanto desenvolvimento? O progresso tecnológico, o progresso econômico, o progresso profissional.. Em contrapartida, o regresso familiar, regresso da lealdade dos amigos, da fraternidade e companheirismo! Cada um por si e Deus para todos, não é assim que diz o ditado? Eu já não tomo o desjejum na minha casa mais.. As vezes não almoço em casa mais... e as vezes que estou em casa, estou olhando pra televisão vendo a vingança da Nina contra a Carminha (muito boas atrizes, por sinal). Mas o que estou querendo dizer é que parece que moro tão longe de casa apesar de ainda morar com meus pais...

Boa noite!

0 comentários:

Deixe seu comentário