Rimando a vida...

Não consigo ver nada que seja mais importante
do que a felicidade que sinto a cada instante.
A angústia, amargura e a tristeza
nos deixam doentes, tenho absoluta certeza.
Não quero, em vão, guiar a minha moto,
enquanto as pessoas, a paisagem e o tempo eu nem noto.
Não quero me apegar a dívidas e problema,
quero me preocupar com o que está em cartaz no cinema.
Quero ver as luzes da cidade refletidas no rio,
e ter alguém que se dispõe a me proteger do frio.
Um dia quero me orgulhar de tudo que passou e
 estar certa, decidida de quem exatamente eu sou.

0 comentários:

Deixe seu comentário