Image Map

Posts recentes

3 de jul de 2016

Recomeço...



Era pra ser simples. Mas na verdade não é!

Além disso, recomeçar não é pra qualquer um. Nada tem a ver com quem você é, quantos anos você tem, onde você mora ou quanto cai na sua conta no final do mês. Simplesmente não é pra qualquer um. 

Recomeçar é mais do que iniciar do zero. Afinal, quando se inicia do zero, sempre se parte do zero.

É como nos computadores, iniciar de onde se parou. Na vida real nós já temos o cronômetro correndo quando decidimos nos dar uma nova chance, aceitar seguir em frente mesmo quando não é o planejado ou mesmo tentar erroneamente do zero. 

Às vezes acontece de nos apegamos tanto ao que esperávamos que doi demais acreditar que tudo não passava de expectativas e sonhos. Por que – não! Recomeçar não vem só quando conseguimos subir um degrau. Também pode ser preciso reiniciar a partir de uma frustração, de um não ouvido, de um detalhe que, simplesmente, não existiu ou de algo que precisava demais ter acontecido, mas que se dissolveu, desapareceu no limbo.

À medida que o tempo vai passando nossa vida vai recebendo inúmeras influências de todos os lados e nós, meros seres pensantes, filtramos o que devemos absorver ou não. Qualquer pequena alteração nos lapida, nos transforma. Nunca acontece de sermos hoje o mesmo que fomos ontem. Por isso, quando tentamos outra vez nunca somos os mesmos. Nosso ponto de partida é sempre diferente. Mesmo quando, fisicamente, partimos do mesmo lugar.

30 de jun de 2016

Oi. Quanto tempo, não?!



25 de Outubro de 2015. 

Esta foi a data da última publicação feita aqui neste bloguinho. Última até agora! Ufa!

Este hiato aconteceu por questões práticas da vida. Tive que priorizar outras áreas, outros projetos e com isso abandonar alguns hobbies. Larguei meu violão, minha câmera, minhas séries, livros e também o blog. Tudo isso por um bendito concurso que sequer passei. Olha que "maravilha"! Mas, sabe de uma coisa? Adorei minha nota e vi que com um pouco mais de esforço e estudo vou conseguir ser aprovada em algum momento. 

O fato é que quase morri de saudade de abrir o Rascunho do Blogger e compartilhar alguns assuntos e aprendizados que tenho tido no meio desta grande pausa. A vida tem dessas coisas de nos ensinar todos os dias, não é mesmo? Tanto com nossos erros como com os erros dos outros. 

Apesar de sentir tanta falta eu vi que foi muito bom estar ausente por esse tempo. 

Primeiro por que pude pensar mais em mim, no que quero, no que me faz bem e no que me faz falta. E segundo por que pude refletir sobre o redirecionamento que vou dar ao conteúdo do blog. Quero mais simplicidade, mas transparência, mais reflexões e quietude para o meu coração. Não quero me forçar a produzir posts diários, mas sim posts relevantes e que significam algo pra mim durante a fase que estiver escrevendo cada palavra, cada caracter. Quero ser simplesmente eu e quero buscar muito mais além de mim

25 de out de 2015

Como não se tornar vítima da moda

Já repararam quantas coleções são lançadas pelo mundo atualmente? Se formor comprar em cada uma delas precisaríamos de um closet enorme pra guardar tanta coisa, certo? Pensando nisso, eu reparei que muita gente compra o que sai na novela, o que tá na moda. Esquece de compôr ou criar o seu estilo e vai na onda da maioria. Isso é ser vítima da moda. Deixar a moda comandar, e não o contrário.

Fiz um vídeo falando sobre isso. O que acham desse assunto?